Região entre lagoas (Enseada do Bananal e Sitio Forte).

    Esta região começou com agricultura de subsistência e posteriormente as fábricas de pescado ( sardinha), fizeram que seus habitantes se dedicassem a pesca e o trabalho nas fábricas. Hoje a principal atividade econômica é o turismo, mas este só se inicia em meados da década de 1990.

No início do século XX, as famílias sobreviviam da agricultura e da pesca artesanal. No decorrer dos anos, a bananicultura foi ganhando espaço nesta região e começaram a explorar o produto. Centenas e centenas de cachos de banana eram enviados ao continente todas as semanas. Concomitantemente, os moradores possuiam roças familiares (mandioca, milho, feijão,café, cana de açucar) e fabricavam farinha para consumo próprio.

Por volta dos anos 1930, as primeiras fábricas de sardinha começaram a aparecer na Ilha Grande e anos mais tarde a região  também ganha seu primeiro empreendimento pesqueiro.  Os japoneses migraram para esta região oriundos da região de Okinawa e trouxeram consigo o conhecimento para o beneficiamento dos pescados e toda a sua cultura que se faz presente até os dias de hoje, onde podemos constatar principalmente na culinária que junto com a comida caiçara faz desta região um local rico em paladares.

Não se pode afirmar com precisão os motivos que levaram a decadência das fábricas de sardinha da Ilha Grande na segunda metade da década de 1980. Mas é possível que a pesca predatória e conseqüentemente a diminuição da oferta de sardinha, associada a concorrência de outras regiões do país e as crescentes exigências da fiscalização tenham contribuído para a inviabilidade dessas empresas, em sua maioria, familiares.

E finalmente, o turismo surge na década de 1990 como nova possibilidade, as fabricas se transformaram em Pousadas e hoje constitui a atividade principal da região.

A maioria das praias  mantém até hoje as características de uma pequena vila de pescadores, onde todos se conhecem e se juntam para contar causos de baixo da amendoeira.  Um lugar calmo, cercado de muita natureza e de muitas histórias.

Contato